O sobrenome é meu.

Artigo Publicado em Novembro 1999: Revista Playboy Edição Nº 292

Minha noiva insiste em usar meu sobrenome quando nos casarmos. Diz que assim diminuiremos a burocracia em nossa vida financeira. Será que ela tem razão?

L.C. Blumenau – SC

A modificação (ou não) do sobrenome de sua futura mulher não vai afetar a burocracia na vida do casal. O Código Civil foi alterado para possibilitar o livre uso de sobrenomes de cada um dos cônjuges. “A lei atual abre espaço para preservar sobrenomes tradicionais de família, impedindo que outro sobrenome venha a modificar nomes que se transformaram em verdadeiros emblemas”, afirma o advogado Luíz Andrade Shinckar, de São Paulo. A novidade é que, se o homem quiser (o que parece não ser o seu caso) e a mulher estiver de acordo, ele também pode optar por usar o sobrenome dela.

Deixe uma resposta